Arquivo do autor:edgard leal

Atalhos do Eclipse

  Lista com os principais atalhos do Eclipse

Atalho Command
Ctrl+Space Completar o comando
Ctrl+Shft+Space Informação de contexto ( Lista de parâmetros)
Ctrl+C Copiar
Ctrl+X Cortar
Delete Excluir
Ctrl+F Localizar
Ctrl+K Localizar o próximo
Ctrl+Shft+K Localizar Anterior
Ctrl+J Busca incremental
Ctrl+Shft+J Busca incremental reversa
Ctrl+V Colar
Ctrl+1 Resolver
Ctrl+Y Refazer
Alt+Shft+Down Restore Last Selection
Ctrl+A Selecionar tudo
Alt+Shft+Up Seleciona e expande a seleção do bloco atual
Alt+Shft+Right O mesmo que o anterior, so que por elementos
Alt+Shft+Left O mesmo que o anterior, em direção contrária
F2 Exibe a dica
Ctrl+Shft+Insert Mudar para o modo de inserção ( Tecla Insert )
Ctrl+Z Desfazer
Arquivo
Ctrl+W or Ctrl+F4 Fechar
Ctrl+Shft+W Fechar todos
Alt+F4 Sair
Ctrl+N Novo
Alt+Shft+N Exibe o menu popup “Novo”
Ctrl+P Imprimir
Alt+Enter Propriedades
F5 Atualizar
F2 Renomear
Ctrl+S Salvar
Ctrl+Shft+S Salvar todos ( O melhor de todos )
Navigate

Eclipse 3.0

Alt+Left Backward History
Alt+Right Forward History
Ctrl+L Go to Line
Ctrl+Shft+P Go to Matching Bracket
Ctrl+Shft+Down Go to Next Member
Ctrl+Shft+Up Go to Previous Member
Ctrl+Q Last Edit Location
Ctrl+. Next
Ctrl+Alt+H Open Call Hierarchy
F3 Open Declaration
Shft+F2 Open External Javadoc
Ctrl+Shft+R Open Resource
Ctrl+F3 Open Structure
Ctrl+Shft+T Open Type
F4 Open Type Hierarchy
Ctrl+Shft+H Open Type in Hierarchy
Ctrl+, Ctrl+T Quick Hierarchy
Ctrl+O Quick Outline
Projeto
Ctrl+B        Compilar e/ou publicar todos
Refatoração
Alt+Shft+C Mudar a assinatura do método
Alt+Shft+F Converter uma variável local para um Field
Alt+Shft+L Extrair variável local
Alt+Shft+M Extrair método
Alt+Shft+I Inline
Alt+Shft+V Mover – Refactoring
Alt+Shft+Y Refazer – Refactoring
Alt+Shft+T Exibir o menu de refatoração
Alt+Shft+R Renomear
Alt+Shft+Z Desfazer – Refactoring
Executar
F1 1 Depurar a ultima execução
Ctrl+Shft+D Exibir
Ctrl+U Executar
Ctrl+Shft+I Inspecionar
F8 Continuar a execução ( quando parado em brakpoint )
Ctrl+F11 Executar como da ultima vez
Ctrl+R Executar “inline”
F5 Quando em depuração, “aprofunda-se” no método
F6 Continuar sem entrar no método
F7 Executa ate o próximo brakpoint
Ctrl+Shft+B Adiciona ou remove um brakpoint
Busca
Ctrl+G Declaração na área de trabalho ( do eclipse )
Ctrl+Shft+U Ocorrências no arquivo
Ctrl+H Abre a tela de busca
Ctrl+Shft+G Referencias na área de trabalho ( do eclipse)
Fontes
Ctrl+Shft+/ Adiciona um bloco de comentário
Ctrl+Shft+M Adiciona biblioteca
Alt+Shft+J Adicionar comentário no formato javadoc
Ctrl+Shft+F Forma o código fonte
Ctrl+I Identa a linha
Alt+Shft+O Marca as correncias
Ctrl+Shft+O Organiza as importações ( Remove as inúteis ,e adiciona as necessárias)
Ctrl+Shft+ Remove o comentário do block
Alt+Shft+U Remove a anotação
Alt+Shft+S Exibe o menu de código fonte
Ctrl+Shft+C or Ctrl+/ Comenta o trecho selecionado
Edição de texto
Ctrl+Numpad – ( tecla “menos”, “subtração” )Fechar o bloco de código atual
Ctrl+D Exclui a linha inteira
Ctrl+Delete Apaga a próxima palavra
Ctrl+Backspace Apaga a palavra anterior
Ctrl+Alt+Up ( Seta para cima )Duplica a linha, e põe a nova linhas acima ( o mesmo para down )
Ctrl+Numpad + Abre o bloco de código atual
Ctrl+Numpad * Abre todos os blocos de código fechados
Ctrl+Shft+Enter Insere uma nova linha acima, ( mesmo que o cursor esteja no meio do texto )
Shft+Enter Insere uma linha abaixo, mesmo que o cursor esteja no meio do texto ( muito bom )
Alt+Down Move a linha para baixo

Vaga para Programador Pleno ASP.NET, em 15/05/2013

PROGRAMADOR PLENO
SALÁRIO:R$1.600,00
VALE ALIMENTAÇÕA:R$17,40 POR DIA
VALE TRANSPORTE
ASSISTÊNCIA MÉDICA E ODONTOLÓGICA
EXPERIENCIA DESEJADA:
PELO MENOS 1 ANO DE ASP.NET C#
PELO MENOS 2 ANOS DE BANCO DE DADOS
CARACTERÍSTICAS PESSOAIS DESEJADAS:
ORGANIZAÇÃO, INICIATIVA, COMPROMISSO COM QUALIDADE E PRAZO
INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO PARA:

thayanna.cruz@rms.com.br

Vaga para Técnico de Suporte, em 15/05/2013

Empresa: NetDom Tecnologia e Sistema da Informação
Vaga: Técnico de Suporte (interno e externo)
Empresa especializada em redes de computadores contrata, em regime de CLT, profissional para trabalhar como Técnico de Suporte (interno e externo).
Necessário saber para exercer o cargo:
– Identificar e solucionar problemas no Windows;
– Instalação de softwares em geral;
– Manutenção e montagem de computadores;
– Conhecimento em redes, inclusive configuração de modem, roteadores sem fio,
– Compartilhamento de impressora, formatação de máquina e instalação;
– Já ter trabalhado anteriormente como técnico externo e interno (atendimento no cliente);
– Conhecer as localidades para dirigir em Salvador;
Obrigatório:
– Ter habilitação B
Diferencial:
– Ter experiência em organização e montagem de rack;
– Ter conhecimento em CFTV;
– Ter conhecimento em telefonia;
– Ter habilitação A;
Carga Horária:
– 44 Hs semanais (seg – qui das 8h às 18h e sexta das 8h às 17h com intervalo de 1 hora para almoço)
Salário + Benefícios:
– Salário (enviar a pretensão)
– Transporte
– Ticket Refeição ou Alimentação – R$ 17,40 ao dia
– Plano de saúde (Saúde Bradesco)
– CLT
– Plano de carreira
– Cursos com certificação
Interessados deverão enviar currículo para:
recrutamento@netdom.com.br com assunto: VAGA TÉCNICO DE SUPORTE (interno e externo)
Disponibilidade para entrevista , prova téorica e prática.
Contratação imediata!

Oportunidade de Emprego – Projeto Piloto Cidades Digitais, em 16/05/2013

O Projeto Piloto Cidades Digitais, do Ministério das Comunicações, que visa modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos nos municípios por meio da construção de redes de fibras ópticas, procura profissionais capacitados para 5 (cinco) vagas de analista de Operações Pleno, distribuídos nas localidades mencionada abaixo.
Os profissionais ficarão alocados nos parceiros do projeto em Belém-PA, Teresina-PI, Salvador-BA, Curitiba-PR e Campina Grande-PB. Esses profissionais integrarão a equipe técnica do mesmo. As contratações são por tempo determinado de um ano, por meio de Contrato Pessoa Física.
Os candidatos devem ter graduação em Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Elétrica, Ciência da Computação, Engenharia da Computação ou áreas afins, além de três anos de experiência na área de redes de computadores.
Os profissionais serão responsáveis por acompanhar e inspecionar projetos de infraestrutura de redes em todas as suas fases, interagir com os gestores de projetos na prestação de assessorias, elaborar relatórios e documentos técnicos, apresentar palestras, entre outras atividades.
IMPORTANTE: Os interessados deverão enviar o currículo com pretensão salarial para o e-mail gMail.png, com o assunto “Analista de Operações Pleno”, até o dia 24/05. Currículos sem pretensão salarial não serão analisados.

O Projeto

O objetivo do Cidades Digitais é levar infraestrutura de rede para municípios do interior, interligando órgãos públicos locais e permitindo a utilização de aplicativos de e-gov (sistemas online de gestão pública). Com isso, será possível modernizar a gestão, além de implantar pontos de acesso à população. O projeto piloto em implantação envolve 80 cidades escolhidas por meio de edital público.
Apoiando o MC nessa empreitada, a RNP será responsável por diagnosticar as necessidades locais, acompanhar a implantação da infraestrutura física de redes, capacitar servidores locais nos níveis tático e operacional e, por fim, escrever a metodologia do programa a ser aplicada nos municípios da próxima fase.

Executando scripts Groovy no java

Logo Groovy

Groovy – Introdução

O Groovy é uma linguagem dinâmica de script criada para ser executada na plataforma Java, e não é necessariamente um concorrente do Java mas sim um complemento que torna a plataforma ainda mais forte. Além do beneficio de ser uma linguagem de Script e não precisar ser pre-compilado par que seja executado o Groovy ainda conta com o beneficio de ser completamente integrado com a plataforma Java, isto significa que o seu script pode ter acesso ao escopo interno do sistema Java.

Onde Utilizar ?

Existem situações onde precisamos montar lógica em tempo de execução, o java tem recursos muito bons para trabalhar com reflection, mas quando não é suficiente sentimos falta do bom JavaScript.

Uma das situações onde estes recursos podem ajudar é quando precisamos dar ao usuário final a possibilidade de definir as regras de negocio dinamicamente:

  1. O clientes deve receber um desconto quando comprar um determinada combinação de produtos.
  2. Critério de aprovação de um aluno: “Deve ter uma média maior que 5.5 e ter uma frequência de 70%”
  3. O 500º cliente do dia recebe um desconto especial.

Estes são apenas alguns dos muitos exemplos de regras de negocio que podem mudar de um dia para o outro, e para que nao precisemos criar parametrizações monstruosas ou ter que publicar uma nova versao da aplicação a cada dia podemos deixar estas regras nas mãos dos gestores e quando eles acharem pertinente eles mesmos pode editar as regras como se fosse uma fórmula do Excel.

O Código

Site oficial: Groovy

Gráfico pizza com jQuery e CSS

Ja vi muitos sites precisarem fazer uso de plugins que criam applets para gerar gráficos, o problema é que além da necessidade de ter a JVM instalada no cliente para o funcionamento, ainda precisa estar atualizada para que o usuário não tenha que ver a notificação de segurança, que gera desconfiança.
Abaixo esta o código do plugin jquery para criação de gráfico do tipo pizza com CSS, que é bem mas leve que uma applet, e não depende de uma máquina virtual instalada.
OBS: Para o funcionamento, é preciso ter a lib jQuery ( downoad ).
Link do projeto no github

Exemplo de uso:

Teste o código aqui

Resultado:

Voltando a versão de um arquivo com o GIT

Git logo. Como restaurar apenas um arquivo no git, restor just one only file

O Problema

    Uma dos maiores problemas que tenho no meu dia a dia, e com solicitações de usuários que mudam de ideia, e eu preciso voltar a versão de um arquivo apenas e não todo o projeto. A grande maioria dos programadores que conheci utilizam uma técnica horrível e que torna o código fonte cada dia mas difícil de ler que consiste em comentar o trecho de código anterior, e quando o clientes muda de ideia e pede para deixar o sistema como era anteriormente, eles removem as marcações de comentário do código anterior e “comentam” o código que tinha escrito. Isto faz com que você tenha quase o dobro de conteúdo em seu arquivo de código fonte.

Utilizando o GIT

Quando estamos utilizando um sistema de controle de versão não precisamos nos preocupar em voltar o código ao estado anterior. No nosso caso estamos utilizando o GIT, você pode utilizar o Id do commit, ou o nome de uma TAG pré definida.

Para o nosso teste, vamos realizar os seguintes passos:

  1. Criar uma pasta “tmp”
  2. Dentro desta pasta, inicializar o repositório com o comando “git init”
  3. Alterar o conteúdo do arquivo
  4. Salvar esta alterações e criar uma TAG para identificação desta versão ( não é obrigatório )
  5. Alterar novamente o arquivo
  6. Salvar uma nova versão
  7. Voltar o arquivo para a versão anterior
Neste ponto já temos nosso arquivo versionado e utilizamos uma TAG nomeada para facilitar a identificação de nossa versão.

Agora vamos adicionar mas uma linha em nosso arquivo e criar uma nova versão:

Agora temos duas versões diferentes, e vamos utilizar alguns comandos interessantes para analisarmos o nosso repositório:

Agora vamos voltar o arquivo “test.txt” para a tag commit1:

Referencias:

Documentação oficial sobre checkout: git-scm.com/docs/git-checkout
Documentação oficial sobre TAGs: git-scm.com/book/en/v2/Git-Basics-Tagging

Como desabilitar componentes com jQuery

Desabilitar componentes

Sempre tive problemas em aplicações desktop com operações demoradas quando o usuário clicava no botão e como o processamento demorava ele continuava a clicar ate obter a resposta esperada. Este procedimento vai no mínimo sobrecarregar o seu banco de dados com muitas requisições de um mesmo usuário para o mesmo serviço.

Resolvendo o problema

Uma possível solução para este problema é desabilitar o componente/botão assim que ele for clicado e quando a rotina terminar, habilita-se novamente este botão.

Exemplos com jQuery:

Documentação do jQuery sobre a opção attr: https://api.jquery.com/attr/

Uso da tag canvas do HTML5 com JavaScript

A tag CANVAS é basicamente uma tela para desenho.

 

Com o JavaScript pode-se obter a tela, dai será nescessário um objeto Context para desenhar nesta tela:

Resultado:

Principais funções:
 
moveTo(int x, int y);   //Move para as cordenadas indicadas

lineTo(int x, int y); //Desenha uma linhas do ponto inicial definido por “moveTo” ate o pondo indicado nos valores de X e Y

stroke(); //Imprime o senho na tela
 
fillRect(int x, int y, int width, int height); //Desenha um retângulo, onde X e Y indica o posicionamento e Width e Height indicam o tamanho do retângulo
 
arc(int x, int y, int radius,double start, double end); //Desenha um arco onde X e Y indica o posicionamento do centro do arco, Radius é o raio , Start indica onde o arco deve iniciar, o valor 0(zero) é a posiçao de 3(três) horas no relógio e vai ate Math.PI (3.14), End é o fim do arco, desta forma para desenhar um círculo, usa-se 0 para Start e 3.14 (Math.PI) para End

Abaixo você pode ver um exemplo de uma animação que renderiza um relogio em uma tag

Seu navegador não suporta HTML5

Fonte: developer.mozilla.org