Arquivos da categoria: linux

Analisando o log do fail2ban

Firewall configuração com o fail2ban

Introdução

O fail2ban é uma ferramenta escrita em python que analisa os arquivos de log dos seu sistema e automaticamente cria regras de bloqueio no iptables para ips que estejam realizando alguma atividade suspeita. Por exemplo, em casos de muitas tentativas de acesso pelo ssh inválidas, o fail2ban identifica estas tentativas com erro no log do sistema ( /var/log/syslog ) e cria uma regra no iptables bloqueando este ip por alguns minutos.

Continue lendo

Ferramentas para o Shell

linux

Introdução

Muitas vezes no dia precisamos criar uma pasta e em seguida entrar nesta pasta para realização de algum procedimento dentro desta, que seria algo como:

 

Utilizando funções

É possível criar funções( comandos ) personalizados modificando o arquivo ~/.bashrc ( ou ~/.profile se for mac ) que é o arquivo com código Shell que é executando quando é iniciada uma nova instância do terminal, desta forma, toda vez que você abrir o terminal, ou logar no servidor este arquivo será executado a as funções contidas nele ficarão disponíveis.

Para isso adicione as seguinte linhas neste arquivo:

Uso:

No final você estará na pasta “pasta_final”.

OBS: nesta função foi utilizado o parâmetro -p do comando mkdir que cria toda a raiz de pasta quando a pasta “pai” não existir.

Ex.:

 

Utilizando alias

Em algumas situações o recurso que desejamos implementar é tão simples que não precisamos criar um função Shell, neste caso podemos criar apenas um alias para um determinado comando. Uma situação comum para utilização deste recurso é com comando onde costuma-se repetir sempre os mesmos parâmetros. Veja alguns exemplos:

Listando os maiores arquivos de uma pasta

Existem situações onde é preciso liberar espaço em disco rapidamente para que ou seu serviço não pare por falta de espaço no HD ou simplesmente para fazer uma limpeza.

Listando arquivos

Já se perguntou quantas vezes por dia você executa o comando ls ?

Abaixo segue alguns exemplos de como enriuecer seu arquivo .bashrc/.profile:

Você encontra estes e outros exemplos no arquivo completo aqui.

 

 

ShellScript para implementação de “lixeira”

Utilizando ShellScript para não perder mais arquivos no Linux

Linu

Introdução

Neste post iremos utilizar o ShellScript para implementar um recurso muito importante que possibilita a recuperação simples e rápida de uma lixeira para o linux quando utilizado sem os gerenciadores de janelas como KDE, Gnome e outros que ja possuem um recurso parecido.

O Problema

Quando se utiliza o terminal o linux, pode acontecer alguns desastres, como por exemplo o uso do comando rm que remove o arquivo informado permanentemente. Por isso criei o script abaixo que move o arquivo ou pasta informado para uma pasta temporária, e só remove permanentemente após 30 dias.

A Solução

 Para disponibilizar o comando em qualquer local do terminal, crie o arquivo com o nome “del.sh”, dê permissão de execução com o comando “chmod +x del.sh” e crie um link dentro da pasta “/usr/local/bin” com o seguinte comando: “ln -s /home/pasta/onde/esta/o/arquivo/del.sh del”
Apos seguir todos estes passos, você ja poderá utilizar o comando:
del arquivo.txt

O ShellScript del.sh

Exemplo de uso:

Executar comando em segundo plano

Existem situações onde precisamos iniciar um processo manualmente em segundo plano, como por exemplo, inicializar um servidor web. O problema é que o processo fica preso na tela do console nos impossibilitando de utilizar a mesma sessão, e o pior: quando o acesso é remoto ( ssh ) , e você não pode fechar o terminal para não encerrar o processo.
Uma das formas de resolver este problema é usando o “&” ao fim do comando (ainda não resolve para ssh)

edgard$ sleep 3&
[1] 16129

Sera exibido na tela o spid do processo e o console fica imediatamente livre para digitação, e após 3 segundos é impresso na tela a informação de que o processo foi finalizado.

[1]+  Exit 127                $ sleep 2

Outro problema é com o uso do acesso remoto (ssh) que quando fechamos a aplicação ( se for windows o put por exemplo) , processo é finalizado. Para resolver este problema, utilizaremos o aplicativo nohup.
Ex.:

nohup sleep 3&

Além de executar o processo em segundo plano, o nohup envia toda a saida (stdout) para o arquivo nohup.out que estará na pasta corrente.